sexta-feira, dezembro 15Saúde. Gestão e Consultoria

Category: Notícias

‘Delirium’: A importância do farmacêutico clínico na prevenção da confusão mental em UTI

‘Delirium’: A importância do farmacêutico clínico na prevenção da confusão mental em UTI

Notícias
O delirium é comum na UTI, afetando cerca de metade dos pacientes críticos. A condição é conhecida por estar associada a maus resultados, bem como o aumento do estresse para profissionais de saúde, pacientes e suas famílias. Mas identificar com precisão, prevenir e gerenciar o problema continua a deixar até especialistas em farmácia clínica "atordoados e confusos". "Esta é uma questão extremamente controversa", disse Mitchell Buckley, especialista em farmácia clínica. O principal problema está em "identificar o que está realmente precipitando o delirium", disse Buckley. "É uma medicação ou outro estado de doença? Poderia haver toda uma série de razões. "Ele acrescentou:" A fim de corrigir o problema, você precisa entender o que está causando isso. " A solução começa com a simple
Sobre a “ausência” do farmacêutico na matéria  do Fantástico

Sobre a “ausência” do farmacêutico na matéria do Fantástico

Notícias
Cadê o Farmacêutico? Muitos questionaram nas redes sociais na semana passada a ausência dos Farmacêuticos em uma matéria do fantástico que discutiu a eficácia de medicamentos. Mas creiam, havia farmacêutico na matéria. E na matéria de ontem (05/02/2017) também! Por que será que não foram devidamente identificados? Qual real interesse em não citar o profissional que melhor conhece o medicamento e que é responsável técnico dos estabelecimentos que dispensam os genéricos? Os farmacêuticos que desenvolveram o estudo, e participaram com entrevistas, passaram despercebidos. Isso aconteceu, inclusive, pela ampla maioria dos próprios colegas, que pelo País afora desconhecem, por exemplo, o farmacêutico Gerson Pianetti, conselheiro Federal pelo CRF-MG, que foi creditado na semana pas
Lei do fracionamento de medicamentos: A culpa não é da farmácia!

Lei do fracionamento de medicamentos: A culpa não é da farmácia!

Notícias
Em pesquisa sobre avaliação das farmácias, realizada pela Proteste - Associação de Consumidores, 80% dos entrevistados apontaram que gostariam de comprar medicamentos na quantidade exata para o tratamento prescrito. Economia, menos risco de intoxicação e evitar o desperdício são alguns dos benefícios de se comprar apenas a quantidade de medicamentos que se irá usar. Existe a Lei n° 9.787, de 10 de fevereiro de 1999 que autoriza e uma Resolução da Anvisa de 2006 que regulamenta o fracionamento de medicamentos. Com a Legislação, o consumidor poderia comparecer a uma drogaria e comprar apenas um comprimido para dor de cabeça sem precisar levar uma cartela inteira, por exemplo. Mas acontece que quase dez anos após a resolução, a indústria farmacêutica ainda não oferece condições para f

Guarda-sol não protege de queimaduras solares, estudo comprova.

Notícias
Um estudo novo mostra porque um guarda-sol e um protetor solar com FPS elevado podem ser uma boa combinação De acordo com um estudo da Johnson & Johnson recentemente publicado na JAMA Dermatology , os pesquisadores descobriram que sentar na sombra somente não protege adequadamente sua pele dos raios UV. Informação importante para os pais, com as crianças o cuidado tem que ser redobrado e muitos pensam que com o guarda-sol elas estão protegidas. Os participantes do estudo que passaram 3,5 horas em uma praia ensolarada foram divididos em dois grupos: um sentado sob um guarda-sol com nenhuma outra proteção solar;O outro aplicou  protetor solar com FPS 100, sem qualquer cobertura de guarda-chuva. Em seguida, 78% das pessoas do grupo de guarda-sol mostraram sinais de queimadura sola
CFF – Nota de esclarecimento à imprensa e à sociedade – Matéria veiculada no Fantástico

CFF – Nota de esclarecimento à imprensa e à sociedade – Matéria veiculada no Fantástico

Notícias
Sobre a reportagem exibida pelo Fantástico em 29/01, o sistema Conselhos Federal e Regionais de Farmácia vem a público para declarar que: • Defende que todos os medicamentos – genéricos, similares intercambiáveis ou de referência – estejam de acordo com os padrões de qualidade recomendados nas farmacopeias oficialmente aceitas no Brasil, o que depende de fiscalização e de um programa de monitoramento contínuo; • Reconhece como legítima e benéfica à sociedade, a fiscalização dos serviços públicos e privados, seja pelos órgãos competentes, seja pela própria sociedade; • Apoia o fortalecimento da fiscalização sanitária, pois zelar pela saúde pública é uma das atribuições do sistema Conselhos Federal e Regionais de Farmácia; • Reitera a importância da política de medicamentos genéric
Anvisa contesta Fantástico e garante: genérico é seguro

Anvisa contesta Fantástico e garante: genérico é seguro

Notícias
A respeito da matéria “Fantástico testa a qualidade dos genéricos mais vendidos no Brasil”, exibida pelo programa na TV Globo neste domingo (29/01), na qual foram avaliados quinze medicamentos genéricos com os princípios ativos dipirona sódica, losartana potássica e sildenafila, a Anvisa esclarece: O Centro de Estudos e Desenvolvimento Analítico Farmacêutico (CEDAFAR) da Universidade Federal de Minas Gerais, contratado pela produção do Fantástico para os estudos, nunca foi habilitado pela Anvisa para realizar testes em medicamentos para efeito de análise fiscal. A análise fiscal, que é efetuada em drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, destinada a comprovar a sua conformidade com a fórmula que deu origem ao registro, segue regras definidas pela Agência, garantindo-s
Matéria sobre testes em genéricos veiculada no programa Fantástico é errônea

Matéria sobre testes em genéricos veiculada no programa Fantástico é errônea

Notícias
A reportagem apresentada ontem (29 de janeiro de 2017) no programa Fantástico da Rede Globo, sobre testes realizados em genéricos (leia sobre a matéria aqui) causou indignação da Classe Farmacêutica. A reportagem já é iniciada com informações contraditórias, dizendo que o laboratório CEDAFAR, onde foi realizado os testes, é credenciado pela ANVISA, informação que é desmentida pela própria agência em nota. "Mesmo esses testes tendo sido realizados sem o cumprimento dos requerimentos técnicos e regulatórios para uma apropriada análise fiscal, visto que o CEDAFAR não é credenciado para esse tipo de teste, sendo apenas habilitado para testes visando o processo de registro" Clique aqui para ler a nota da ANVISA Nas redes sociais muitos farmacêuticos dizem que essa é uma matéria tendenci
Reportagem sobre genéricos que foi ao ar no programa Fantástico da Globo

Reportagem sobre genéricos que foi ao ar no programa Fantástico da Globo

Notícias
Os resultados divulgados no programa Fantástico, que foi ao  ar no dia 29 de janeiro de 2017, deixaram pacientes e profissionais de saúde preocupados. Um dos medicamentos que tiveram resultados insatisfatórios foi o Losartana Potássica do laboratório Medley, que não passou no teste de perfil de dissolução (o comprimido não é absorvido pelo organismo). Os testes foram realizados a pedido do programa, pelo Centro de Estudos e Desenvolvimento Analítico Farmacêutico (CEDAFAR) da Universidade Federal de Minas Gerais e posteriormente enviados para ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Os critérios escolhidos para escolha dos princípios ativos a passarem pelos testes foram: RANKING 1 Os três princípios ativos fabricados nos medicamentos genéricos mais vendidos em 2015.
Concurseiros apelidam Ritalina como “Pílula da Inteligência”

Concurseiros apelidam Ritalina como “Pílula da Inteligência”

Notícias
Concurseiros apostam na "Pílula da Inteligência" para potencializar estudos Em proporções cada vez maiores, medicamentos psiquiátricos são utilizados por pessoas saudáveis sem nenhuma prescrição médica Até conseguir conquistar o sonho de ter uma vaga no serviço público, estudantes passam por longos períodos de dedicação. São horas a fio dedicados a estudos em casa, biblioteca, na internet ou em cursinhos. Mas parece que apenas estudar não tem sido suficiente para a aproximação do almejado plano. Em proporções cada vez maiores, os jovens tem lançado mão do uso de medicamentos no intuito de ‘potencializar’ os estudos. Rotuladas como ‘pílulas da inteligência’, os medicamentos psiquiátricos são utilizados por pessoas saudáveis sem nenhuma prescrição médica. A concurseira Ana* é um
Anti-inflamatórios e antibióticos e suas diferenças

Anti-inflamatórios e antibióticos e suas diferenças

Notícias
Quais as diferenças entre  antibióticos e anti-inflamatórios? Quando uma doença ou disfunção surge, procuramos, imediatamente, um profissional capaz de diagnosticar as causas da enfermidade por meio de exames e sintomas e, após a confirmação de um diagnóstico, receitar uma medicação. Muitas pessoas não compreendem a diferença entre um antibiótico e um anti-inflamatório, não entendendo o porque de muitas vezes o médico receitar os dois conjuntamente. Os antibióticos são medicamentos utilizados em casos de doenças causadas por micro-organismos como fungos ou bactérias. Com a administração de antibióticos, o desenvolvimento dos micro-organismos é barrado, fazendo com que os presentes sejam eliminados. Alguns exemplos de doenças causadas por micro-organismos são: pneumonia, tubercul